Novas Tecnologias Midiáticas

Tecnologias e Linguagens Midiáticas | Prof. Dr. Francisco Rolfsen Belda

Novas formas de interação

leave a comment »

Ficha didática sobre aspectos de interatividade em comunicação por meios digitais, com ênfase em práticas de edição eletrônica, comunicação interpessoal, participação e colaboração. 

O advento da Web 2.0

  • De documentos a serviços
  • Aplicativos on line
  • “Usuário ativo”: internautas como produtor de conteúdo

Comunicação

  • Mensagens instantâneas
  • Voz sobre IP
  • Tele-conferência
  • Email
  • Chat
    Exemplo: entrevistas pela internet com participação de usuários pré-identificados, com canais texto, áudio e/ou vídeo, em tempo real.

Relacionamento

  • Comunidades temáticas
  • Perfis pessoais
  • Comentários
  • Up-loads do usuário
  • Fóruns de discussão
  • Blogs de informação
  • Enquetes
    Exemplo: grupos de comentaristas de blogs jornalísticos. Discussão 1: políticas de permissionamento da participação para comentários de blog jornalístico

Editores de texto colaborativos

  • Google Textos
  • Zoho Office
  • Media Wiki

Produções colaborativas
Hermenautas 
Literatura e Jornalismo
Info Jorge Amado – seção de Jornalismo Literário 

Participação dos leitores

  • “Você é o repórter” Exemplo: Portal Terra: VC Repórter
  • Discussão 2: Tendências para um jornalismo literário colaborativo via internet

“Web 2.0 fortalece jornalismo participativo, mas preocupa internautas
Fonte: Redação Portal IMPRENSA

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha constatou que 42%, dos 49 milhões de brasileiros que usam a internet, publicam conteúdo próprio na rede. Outro levantamento, desta vez realizado pela Intel, mostra que, dos 170 milhões de blogueiros do mundo, 5,9 milhões são brasileiros. Os números apresentados apontam, em parte, as conseqüências a respeito da superinformação possivelmente causada pela polêmica Web 2.0 – uma espécie de segunda versão da internet povoada de sites de relacionamentos como o Orkut e de compartilhamento de conteúdos como YouTube e Wikipedia. Segundo publicou a revista Galileu, o desenvolvimento da Web 2.0 e a queda de circulação dos jornais vêm fornecendo um terreno fértil para o florescimento do chamado jornalismo colaborativo, mas o excesso de informações disponíveis na rede tem incomodado alguns internautas. Portais brasileiros como Yahoo, IG, Globo Online, G1 e Terra, por exemplo, têm canais para que os internautas enviem depoimentos, fotos e vídeos. No Wikinews, um dos braços da Wikipedia, qualquer um pode escrever as notícias. Jornais como o francês Le Monde fornecem blogs aos seus leitores. Nos EUA, a revista Time faz entrevistas usando perguntas que os leitores enviam, assim como a brasileira Época. Em entrevista à Galileu, o americano Dan Gillmor, diretor do Centro para a Mídia Cidadã e autor do slogan “meus leitores sabem mais do que eu”, questiona:  “Os jornalistas podem não pensar em todas as boas perguntas, por que não pedir ajuda?”.

Written by Francisco Rolfsen Belda

05/05/2011 às 21:18

Publicado em Formatos, Sociedade, Tecnologias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: